Gilberto - Giba
Não há ninguém, mesmo sem cultura, que não se torne poeta quando o Amor toma conta dele.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
FotosFotos
PerfilPerfil
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
Textos


A s coincidências da vida representam os anseios dos momentos em que encontramos o nosso verdadeiro “eu”,  as coincidências antecedem ou precedem encontros e desencontros que vivemos em nossa caminhada como seres iluminados ligados por um fio de luz ao nosso grande mentor...
N os momentos de introspecção, temos a coragem de pedir, pedir aquilo que nos pode fazer feliz, feliz por completo, feliz por toda vida, feliz por um dia, ou até mesmo feliz por um instante, pedimos e somos atendidos...
A legrias, sorrisos, choros emocionados, quanta mistura de sentimentos vivemos numa fração de segundo onde na verdade apenas somos presenteados por aquilo que pedimos, pedimos, acreditamos e recebemos...
 
P lanejamos, criamos, idealizamos, mas em nosso intimo lateja a insatisfação de não termos recebido aquilo que pedimos, ou não entendemos que recebemos as vezes de formas que desconhecemos, aquilo que tanto desejamos...
A li estava a realização dos mais íntimos desejos, ali estava o pedido atendido, ali estava o inicio de um novo tempo, ali estava com toda sutileza a que é peculiar... A felicidade estava ali mas os olhos fixados em  planejamentos, ideias, simplesmente olham, mas não enxergam quão próximo está aquilo que outrora era um desejo intimo...
U ma fagulha, um sopro, uma gota de orvalho, assim é a felicidade, e ela passa na velocidade da luz e neste instante temos que estar com os olhos e coração abertos para recebermos e absorvermos todo sentimento que acompanha esta felicidade desejada...
L ivre-se da muralha intransponível que carrega consigo encouraçada por um sorriso que encanta, mesmo que o medo seja grande, que a incerteza de derrubar a muralha seja mais forte que você, comece abrindo uma pequena janela, um furo talvez, e sinta, sinta como o coração aberto o sopro do
A mor e da tão desejada e pedida felicidade, sinta o calor dominando cada espaço do seu corpo, sinta o pulsar rápido do coração alegre já inundado por estes sentimentos... Aos poucos aumente o furo, abra uma porta e assim poderá sentir a completa felicidade e encontrará aquilo que tanto busca...
Gilberto Holovatino
Enviado por Gilberto Holovatino em 29/03/2014

Música: Angels - Enya

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gilberto Holovatino). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários